Porque o mais provável é ninguem ligar ao que tens a dizer...

sábado, junho 30, 2007

Damien Rice

"I Remember" live @ 4 Seasons

Damien Rice nasceu a 7 de Dezembro de 1973, em Celbridge, no condado de Kildare, na Irlanda. É o segundo dos três filhos de George e Maureen, um casal trabalhador, e sempre foi considerado a ovelha negra da família.
Desde cedo que encara a música não apenas como forma de se expressar, mas também de tentar compreender toda sua melancolia. No inicio dos anos 90 juntou alguns colegas de colégio e formou a banda Juniper, da qual era vocalista, além de compor e escrever todas as músicas do grupo. No entanto, atritos com a gravadora (PolyGram) e pequenos conflitos internos, causados principalmente pelo perfeccionismo do Damien, pelas suas opiniões fortes e pelo desencantamento com a editora comercial fizeram com que deixasse a banda, oito anos depois de sua formação, no dia da véspera do inicio da gravação do seu primeiro album. Os outros membros continuam juntos, formando o Bell X1.
Em 1999, Damien Rice decide largar tudo e mudar-se para a Toscania, em Itália, passando a viver do que plantava e cantando na rua para conseguir alguns trocos. A experiência, diz ele, mudou sua vida. No ano seguinte, volta para Dublin, com ânimo revigorado e repleto de ideias novas. Juntou-se, então, a um grupo de músicos (Lisa Hannigan, que compartilha os vocais com ele; Vyvienne Long, que toca piano e violoncelo; Shane Fitzsimons no baixo; e Tomo na percussão), e lançou, em meados de 2002, seu primeiro álbum: "O", notabilizando-se pela inclusão de diversas das suas musicas em diversas bandas sonoras de filmes e séries, sendo a mais famosa "The Blowers Daughter" utilizada tão proficuamente no filme "Closer" (com a Jude Law, Julia Roberts, Natalie Portman e Clive Owen) que acaba quase por ser mais um interprete do filme. O CD foi gravado no quarto do cantor, com poucos instrumentos devido ao pequeno orçamento – o que explica o tom acústico que o disco adquiriu. O cantor admite que esperava que o CD não vendesse mais que mil unidades - no entanto "O" vendeu cerca de 2 milhões de discos.
E é aqui que entra uma característica forte de Damien Rice: aversão ao sucesso. De acordo com as suas próprias palavras, "o dinheiro só me faz me sentir fora de equilíbrio com meus amigos, então não quero mais dinheiro. A mesma coisa com a fama. Não quero ser famoso. Não sou uma celebridade.”
Em 2006 editou o seu segundo album "9". Mais recentemente Damien Rice declarou que a sua relação profissional com Lisa Hannigan já terminou o seu curso criativo, pelo que esta não irá comparecer mais em futuras actuações. Rice tem também tomado alguma notabilidade por, num meio em que o uso de telemóveis e câmaras digitais está amplamente disseminado, interromper concertos a meio e pedir ao público para desligar as câmaras e simplesmente apreciar o concerto. Num concerto em Toronto em 2006 alterou a letra de "I remember" de "I remember it well, taxied out of a storm, to watch you perform, and my ships were sailing" para "I remember it well, when we used to watch concerts, not through a camera, please turn, them off please".
Damien Rice é assim: confuso mas incisivo, melancólico mas bem humurado, tímido mas jovial, – para alguns, genial...
P.S. Texto parcialmente (grande parte) recolhido na wikipedia.

 
Free Web Site Counter
Hit Counter