Porque o mais provável é ninguem ligar ao que tens a dizer...

terça-feira, março 28, 2006

Carta Aberta para o Alto Comissário das Nações Unidas para os Refugiados.

Caro Sr. Guterres, sou madeirense, de esquerda, vilipendiado e perseguido na minha terra natal pela máquina do poder instalada, venho por este meio pedir se não podia dar um “jeitinho”, meter uma cunhazita, junto do governo canadiano para não me expulsarem do país. Afinal no meu caso o estatuto de refugiado político é mais que justificado! O Sr. Sabe bem do que eu estou a falar... Por favor não se esqueça de mim! Eu votei em si e nunca lhe pedi tacho! Por favor tudo o que peço é que interceda junto do Sr. Stephen Harper a ver se arranja um “green card for the boy.”

Atenciosamente

Zé Manel
(Um dos seus antigos boys.)

P.S.: Caso não consiga nada por favor interceda junto da Angelina Jolie, não me importo de ser adoptado!

Emigração

Portugal foi, e continua a ser um país de emigração. Actualmente também é um país de imigração. De facto, este país acolheu e continua a acolher muitos milhares de estrangeiros, que chegaram e continuam a chegar na expectativa de encontrarem uma oportunidade de trabalho. Geralmente os imigrantes vivem em piores condições de vida em relação às usufruidas pelos portugueses! O desenraízamento e a debilidade económica tornam esses grupos especialmente vulneráveis ao apelo de expedientes para a sobrivivência, seja o trabalho clandestino, o trabalho na construção, etc. Ora esta situção passa-se igualmente com os portugueses espalhados por esses 4 cantos do mundo!
Feita esta pequena introdução, gostaria de realçar que nunca vi nenhum governo português adoptar medidas de repatriamento desses mesmos estrangeiros, que todos os dias trabalham para o crescimento da nossa economia, mesmo tratando-se de um país pequeno como é o nosso.
Como tal é com muita tristeza que vejo o governo canadiano, repatriar milhares de portugueses, povo pacifico, trabalhador e honesto, que tanto têm contribuido para o crescimento do sector da construção civil naquele país, mesmo estando em situção irregular! Convém não esquecermos que esses mesmos imigrantes indesejados, foram os tais que ajudaram a construir e a tornar o país que hoje é o Canadá! Muitos destes emigrantes portugueses, mesmo não tendo um vinculo cultural com o país, consideram o Canadá como uma segunda pátria, que aprenderam a amar, pois foi lá que conseguiram realizar os sonhos de uma vida melhor, sendo mais canadianos do que alguns que andam por lá!
Por tudo isto, acho que a comunidade portuguesa merecia outro tratamento por parte das autoridades canadianas, que demonstrassem mais sensibilidade com os portugueses, evitando este pequeno incidente diplomático! Meus amigos convém reflectir sobre estes acontecimentos porque falamos de pessoas que apenas procuraram o melhor para as suas vidas, e não de delinquentes que foram espalhar o terror para terras canadianas!!!!

Blogue nomeado para Prémio Literário!

Hoje ao passar por uma tabacaria reparei numa das noticias que compunham o jornal. Rejubilei ao ler o título, pensava eu que, finalmente, o "depende das opiniães" estaria a ser levado a sério, e premiado pelo fantástico desempenho dos seus colaboradores.
De repente senti-me assolada, e o sentimento de alegria desvaneceu... Não éramos nós caros camaradas blogueiros. Afinal ainda não foi desta... Fora um blogue iraquiano o nomeado para o prémio. Este blogue, de seu nome "Baghdag Burning", está em funcionamento desde o ano de 2003 e foi considerado uma espécie de diário on-line dos 3 anos de guerra entre os E.U.A e o Iraque. A sua autoria é atribuida a uma jovem iraquiana de 24 anos cujo pseudónio é Riverbend. Para quem quiser "espreitar": http://www.riverbendblog.blogspot.com.

Eu creio que esta nomeação está absolutamente víciada! Ninguém está interessado com aquilo que se passa no Iraque. Já sabemos que todos os dias explodem bombas, que há atentados, que afinal os soldados não são exímios no seu comportamento (em particular os norte-americanos e os ingleses). Não bastava termos que gramar com os media todos os dias ao longo de 3 anos, agora decide-se premiar uma rapariguita que escreve um diário on-line sobre aquela guerra que todos sabem ser absolutamente justificada. Para isso basta vermos televisão e não perder o telejornal, que coisas terá ela para dizer que o mundo não saiba daquela guerra?!?
Sinto-me indignada!!!
Um dia havemos de ser recompensados, não deseperem camaradas...

Advertência para mentes menos perspicazes: este post tem pitadas de ironia!

domingo, março 26, 2006




Saudações Militares,
Desde já gostaria de agradecer o convite feito. É com muito gosto que resolvi aceitar este desafio, prometendo desde ja muita polémica, recheada de ataques cirurgicos, que possam causar abanos significativos no marasmo que se instalou neste país!!!!!!!!!
Prometo ainda dar voz aos combatentes, a todos os aprisionados da chamite que se tornou este país!!!! Eu serei a voz dos oprimidos!!!!!!!!
Desde já a conotação com a esquerda radical e aceitável, na medida em que indentifico o espirito revolucionário que há dentro de mim, mas a definição mais acertada para descrever a minha posição, seria a de um militar revoltado com "status quo" instalado, que resolveu insurgir-se contra a maré!!!!!!!

P.S. Este sou eu, prestando o juramento à bandeira (neste caso, o dependedasopiniaes), jurando total fidelidade e honra!

sexta-feira, março 24, 2006

Visibilidade da lua na ilha da Madeira para o mês de Abril


quinta-feira, março 23, 2006

Redução de Pessoal


Ao abrigo das medidas que visam o cumprimento do Pacto de Estabilidade e Crescimento a Direcção (vulgo: "eu") decidiu pôr em prática um plano de redução de pessoal, nomedadamente de colaboradores menos produtivos. Por esse motivo a partir da publicação da portaria em Diário da República (que é como quem diz: "agora") , por cada novo colaborador que entre na nossa instituição, deverão sair três (ou nenhum). Por agora foram suspensos três membros: os menos produtivos e os completamente não produtivos. O critério seleccionado foi a publicação de um post nos ultimos 6 meses (somos muito exigentes, eu sei). Em paralelo com estas três dispensas admitimos um novo colaborador, que até é gajo para ter alguma coisa para dizer.
É com pena que vejo os pseudo-membros partir, nomeadamente o nosso representante da direita "aparvalhada" e do da esquerda "fashion". O terceiro membro (que acho que era da direita desinteressada) só usou o blog para publicar anedotas, e por muita piada que tenham de vez em quando, a publicação exclusiva de anedotas não é o espírito do blog (a não ser que sejam da autoria dos membros claro).
Desde já convido os meus camaradas blogueiros (e o novo membro) a dizer merdas. A ideia do blog é mesmo essa: dizer merdas que vos venham à cabeça. Mas à vossa mesmo!!
É também com pena que vejo que à direita resta apenas um membro (eu!!). É um problema que aflige o país em geral e aqui o nosso cantinho em particular. Para piorar, o novo membro é da esquerda radical (comum em quem combateu num "chaimite" na selva guineense) e até tem umas ideias na cabeça.

P.S. A foto é do novo membro num momento de inspiração lírica. Ainda não sei se vai ser novo membro mas o convite está enviado. Os colaboradores dispensados podem ser readmitidos, mas só se quiserem. Abraços!!!

domingo, março 12, 2006

... na alma a chama imensa!!!


Um camarada blogueiro indagou porque motivo não havia no blog celebração pela histórica vitória e passagem à próxima eliminatória da Champions por parte do glorioso SLB.
Ora aí tens a diferença entre ser benfiquista e ser de outro clube qualquer. Ser do Benfica não significa ser melhor que ninguém, mas sim ser o melhor... pelo menos o melhor que pudermos ser. Por esse mesmo motivo, não precisamos de esfregar as nossas vitórias na cara de ninguém, ao contrário do que fazem adeptos de outros clubes. Preferimos festejar as vitórias com outros benfiquistas, que óbviamente comungam dos nossos sentimentos. O nosso objectivo não é irritar ninguém. Por isso mesmo não ouvimos os benfiquistas a cantar musicas ofensivas para outros clubes cada vez que marcam um golo.
Perssoalmente sinto-me orgulhoso quando numa final Champions League entre o FCP e Mónaco oiço meio estádio a cantar "SLB, SLB, Filhos da Puta SLB!!!". Tal situação só me relembra da grandiosidade que é a instituição Sport Lisboa e Benfica e da pequenês bairrista e guerrilheira dos nossos adversários. Digo adversários porque o Benfica não tem inimigos, ao contrário de outros clubes, apenas adversários. E por muitas Champions que outros ganhem isso nunca se alterará.
A diferença entre a postura dos benfiquistas e os outros é essa: trata-se da superação absoluta e não relativa. Superação que me levou num belo Sábado de manhã às 8:30 da manhã à catedral para comprar 2 bilhetes para o Benfica-Barcelona. Saí de lá feliz da vida por tê-los conseguido às 14:30. Se acho que vamos eliminar o Barcelona? Não. Se acredito que pudemos? Sim. Até ao último momento acredito. Porque razão? Quem disse que a razão tinha alguma coisa a ver com isso? "Ser benfiquista é ter na alma a chama imensa" e não "na cabeça a razão intensa". O sentimento por um clube, uma entidade abstracta, não tem nada a ver com razão. A diferença do Benfica é que o que move a instituição é o amor dos benfiquistas ao clube, e não ódio aos "inimigos" . Obviamente que não posso dizer que todos os benfiquistas são assim e todos os portistas ou sportinguistas são assado. Mas a gênese dos sentimentos clubísticos é diferente de forma geral. Uns querem ser os melhores, outros querem ser "melhores que". E normalmente, melhores que o Benfica.
Mas já que sentiram necessidade de falar no assunto, e não querendo que os meus amigos de outros clubes e leitores do blog em geral se sintam desprezados e esquecidos, aqui vai: GRANDE BENFICA!!! SOMOS OS MAIORES!!! TAMBÉM SEREMOS OS MELHORES!!! ALLEEEZZZZZZ!!! :)

P.S. Há bem pouco tempo vi a cara de desgosto dos sportinguistas quando, interpelado acerca da vitória do Sporting na Luz, respondi: "Foi justo, mereceram ganhar". O brilho esmoreceu-se dos olhos do Sportinguista e com um ar cabisbaixo ainda tentou puxar assunto: "E aquilo sobre o Nuno Gomes não era penalty", ao que retorqui "Eu acho que é claramente penalty, mas independentemente disso o Sporting mereceu ganhar. Seria injusto se o Benfica ganhasse". Atordoado, confuso, e até um pouco desiludido o meu camarada sportinguista baixou a cabeça e mudou de assunto. No dia em que algum dos nossos adversários tiver a honestidade para ter a mesma atitude, quando se justificar obviamente, aí puderei dizer: "És grande"!! Devias ser do Benfica!!" :P

quarta-feira, março 01, 2006

Tributo ao "Depende das Opiniães"

Já se passou mais de um ano de existência deste blog. Não podia deixar de mencionar o"aniversário" deste espaço. É, por isso, com muito gosto que verifico que o espaço em questão é apesar de tudo um espaço relativamente visitado tanto por amigos, familiares, assim como por meros "turistas" cibernéticos.
Orgulho-me deste espaço onde é promovido o debate numa variedade infindável de matérias. Um espaço que na sua verdadeira essência, promove o debate e a discussão sobre os mais variados temas. Atrevo-me a dizer que este é um dos blogues mais ecléticos que conheço! Uma verdadeira demonstração da liberdade de expressão e de opinião, um lugar onde reina a ironia, brincadeira e seriedade consoante as circunstâncias.
Saber viver com as mais divergentes opiniões, saber explaná-las, bem como saber aceitar as críticas é uma virtude. Espero que se cultive cada vez mais essa virtude aqui neste espaço e que se mantenha o nível de qualidade do blog (esta parte tive que acrescentar para fomentar e incentivar os autores residentes a escrever mais frequentemente!).

Findo fazendo uma breve referência ao autor, ou melhor, à pessoa que impulsionou a criação deste espaço numa noite de tédio, e decidiu criar e baptizar o "Depende das opiniães". Foi uma grande ideia, um espaço onde não se paga renda e que está sempre disponível para quem quiser visitá-lo, onde se pode divagar e dissertar sobre qualquer coisa que nos atravesse a mente! Que melhor poderíamos querer?! Somos a geração que mais beneficiou com a batalha para a consagração desse príncipio constitucional. Temos que aproveitar e valorizar aquilo que não nos custou ganhar, mas do qual desfrutamos todos os dias. Porque tudo "depende das opiniães", não esquecer que o importante mesmo é ter opinão!!!
Um abraço aos camaradas blogueiros e a quem atentamente (ou não!) nos visita quando nada mais de interessante tem para fazer. ;)

"Munique", uma das muitas histórias de um conflito que perdura há séculos...

Uma história que já muitos conheciam, por ser recorrentemente narrada no canal História. São narrados factos verídicos, uma história que abarca um conflito milenar que é até aos dias de hoje "prato do dia" na imprensa internacional. Raros são os dias, em que as noticias não nos dão conta daquilo que se passa no Médio Oriente, mais concretamente o conflito entre a Palestina e Israel.
Creio que muitos como eu, naceram e cresceram a ouvir falar do conflito, mas ainda assim pressinto que muito poucos sabem do porquê do mesmo.

No que concerne ao filme, o tema da discórdia entre estes dois povos foi abordado tendo como base a história verídica dos atletas olimpicos israelitas que foram assassinados na Alemanha, Munique. Creio que foi uma maneira inteligente de abordar a situação, visto que há um maior fascínio sobre o público, quando se sabe que a história que está a ser contada é baseada em factos verídicos. A curiosidade parece ser aguçada quando somos informados que o filme em exibição retrata a história de pessoas, situações, época e lugar que efectivamente existiram. Histórias que muitas vezes parecem saídas de um filme, da imaginação de um qualquer realizador ou argumentista, mas que são na realidade verdadeiras.

No que respeita ao filme propriamente dito, está bem conseguido. Não tem "performances" espectaculares dos actores, nem considero que a realização esteja fenomenal. Considero que o filme está todo ele, em todos os seus aspectos, muito bom.
Numa perspectiva pessoal, o que mais gostei foi a forma como o filme foi pensado e estruturado. Creio que foi feito e pensado de forma inteligente, conseguindo mostrar e tocar em pontos de vista interessantes, dando a conhecer as várias faces do problema em questão. Aconselho que o visionem essencialmente pela história.
A maneira como foi desenvolvido o filme, faz-nos sentir impotentes visto que mostra o porquê, as razões de ambas as partes no conflito. Faz-nos simpatizar com as duas partes, não nos permitindo tirar partido por nenhuma. A complexidade de toda a problemática é exposta de modo imparcial, se é que isto se pode dizer. Espero que compreendam a ideia que tento transmitir, se o não conseguirem compreender aconselho que o vão ver. Não o vejam simplesmente porque está nomeado para os óscares, ou porque o realizador é famoso. Vejam com olhos de ver, no sentido de tentar perceber o que ali está em causa, com sentido crítico daquilo que se passa nesta "casa" de todos Nós.

 
Free Web Site Counter
Hit Counter