Porque o mais provável é ninguem ligar ao que tens a dizer...

domingo, dezembro 11, 2005

Discriminação até nas tragédias.

Em conversa com um amigo, falávamos da actualidade e inevitavelmente fomos parar ás tragédias que se têm sucedido neste século XXI. Chegámos à conclusão que algumas tragédias são mais noticiadas que outras.
Quando as coisas acontecem em países desenvolvidos os noticiários dispendem muito mais do seu tempo de antena ácerca do sucedido. Ou então quando a desgraça ocorre em sitios onde o turismo é grande, onde os turistas dos ditos países desenvolvidos vão passar férias.
Estou a referir-me ao Tsunami na Ásia e por exemplo ao "Katrina".

Mas e o que se passou nos Himalaias? Não merecerá a atenção do Mundo? Morreram cerca de 73 mil pessoas e mais de 3 milhões foram afectados nos países à volta dos Himalaias, nomeadamente no Paquistão, India e Afeganistão. O sismo com magnitude de 7.6 na escala de ritcher para além dos imensos estragos que provocou, parece ter ocorrido na pior altura do ano, uma vez que o inverno está a começar. Os casos de hipotermia, de pneumonia e todo o tipo de infecções respiratórias começam a surgir. Estas pessoas não têm para onde ir, dormem ao relento tentando suportar a chuva e a neve da melhor modo que sabem. O número de vítimas mortais pode subir nesta fase pós terramoto por carência de meios e pelo inverno que este ano chegou mais cedo.

Infelizmente até nas tragédias parece haver discriminação!

Numa tentativa de ajuda fica então aqui o número de conta e alguns dos contactos para quem quiser ajudar:
I- A embaixada paquistanesa em Lisboa abriu uma conta no Milénio cujos fundos serão canalizados para a President's Relief Fund Account: 45282737078;
II-Através da conta da Cruz Vermelha: 6-3601093000001;
III- Através do site de refugiados da ONU, onde se pode fazer doações de forma mais segura e on line: www.unhcr.ch;

1 Comments:

Blogger MB said...

O ocidental é egoista por natureza, muitas vezes olha para a televisão e vê a desgraça do outro lado do mundo sem se comover, é dificil para ele idealizar que "aquelas" pessoas também sentem a dor da perda. Não é à toa que as noticias das catastrofes que ocorrem no mundo ocidental tem todas um ar muito "clean" muitos destroços pontes caidas, nada de corpos... somos "sensiveis"... Se acontece no "terceiro mundo" temos um festival gore de corpos calcinados, a boiar, trucidados e olhamos com naturalidade... aqueles corpos também continham vida, uma história... como diz o outro no filme, imaginem que eram brancos...

12/12/05 04:00

 

Enviar um comentário

<< Home

 
Free Web Site Counter
Hit Counter