Porque o mais provável é ninguem ligar ao que tens a dizer...

terça-feira, setembro 20, 2005

Info-dependência

Este fim-de-semana senti na pele o que é ser um info-excluido. Perdi o bem mais precioso dos nossos tempos, o equivalente à canela no tempo dos descobrimentos, o telemóvel! Este aparelho, enquanto objecto, pouco valor tem, geralmente fica esquecido no bolso ou no fundo de qualquer mala, só nos apercebemos da sua presença quando recebemos ou temos a necessidade de fazer a alguma chamada. Permite-nos estar constantemente acessiveis e aceder de forma constante aos outros, com todas as vantagens e incovenientes que esse facto acarreta. Perder um telemóvel é muito mais do que uma simples perda de um objecto, de um momento para o outro tornas-te uma ilha, ficas com a sensação que és o Tom Hanks perdido numa qualquer ilha do pacífico. Ainda por cima todos os meus vizinhos que possuem ligações wireless tiveram a inteligência de proteger as suas redes.... Sentes que perdes um pouco de ti, contactos que acumulaste ao longo dos anos, que nunca mais ligaste, mas que estão lá para qualquer eventualidade, aquelas mensagens que por alguma razão insistes em não apagar, fotos de momentos inesperados, que não tiveste a inteligência de passar para o computador... Mas o mais trágico é que percebes que és totalmente dependente do telemóvel, queres ir tomar café não tens ninguém a quem ligar porque não sabes os numeros de cor, ficas a imaginar que provavelmente, com o azar que tens, precisamente nesse dia haverias de receber a chamada que iria mudar a tua vida.. nunca o saberás, dizem que a sorte nunca bate duas vezes na mesma porta. Amanhã começo a viver outra vez... chega a ansiada segunda via!!! Ironicamente, precisamente no dia seguinte à perda, a TMN anunciou o serviço de backup dos dados do SIM... Lá diz aquela grande filósfa portuguesa, " não há coincidências"... sei lá!

 
Free Web Site Counter
Hit Counter