Porque o mais provável é ninguem ligar ao que tens a dizer...

sábado, julho 23, 2005

SECA

Esta semana ficou decidido que afinal não irá ser accionado o fundo comunitário relativamente ao "Estado de Calamidade" em que o nosso país se encontra na sequência da seca.
As vagas de calor, a falta de chuva durante o ano, entre outros factores, efectivamente, contribuiram para a seca que o nosso país atravessa. Que consequentemente originam os incêndios, a escassez de água para hidratar os animais, o cultivo das plantações.

Contudo há algo que me intriga e que me faz pensar.
O que me faz pensar como é que um país como Israel consegue transformar um deserto
( literalmente um deserto) na maior plantação de laranjas do mundo, sendo os maiores exportadores de laranja a nível mundial?!

A resposta surge de um sistema que criaram para combater o problema, que basicamente são cristais que são depositados debaixo da terra a baixa profundidade e que absorvem a água transformando-se numa substancia gelatinosa evitando que a água desapareça e que a mantem perto das raízes. O que é uma forma de reserva de água ao alcance das raízes. Os cristais vão secando à medida que as plantas vão "bebendo" e da próxima vez que chover os cristais voltam a absorver a água e a tornar-se na tal substancia gelatinosa.

Como sabemos este não é concerteza o primeiro ano de seca pelo qual Portugal atravessa.
Será que a única forma de combater o problema é sempre que de um ano de seca se tratar a única alternativa é pedir que se accionem Planos de ajuda comunitária?

É certo que o sistema desenvolvido por Israel é dispendioso a curto prazo, mas não valerá a pena investir e pensar no longo prazo?

quinta-feira, julho 21, 2005

Nem sempre na cauda da Europa

Foi com grande espanto e talvez alguma ignorância da minha parte que descobri que muito ao contrário daquilo que tanto se noticia no nosso próprio país, que afinal nem sempre estamos na cauda da Europa, mas sim na vanguarda do Mundo.
É com muito orgulho que vou darei a conhecer algumas das inovações e invenções que Portugal deu ao mundo nos últimos tempos.

Sabiam que...

Rede Multibanco (www.sibs.pt) - Uma das mais sofisticadas redes interbancárias do mundo;

Via Verde (www.brisa.pt) - O primeiro e único sistema fechado de portagem automática de auto-estrada do mundo;

Pré-pagos (www.tmn.pt) - A TMN foi o primeiro operador de rede celular móvel a lançar, a nível mundial, o sistema de pré-pagos nos telemóveis, que rapidamente se tornou o sistema de pagamento com maior crescimento em todo o mundo;

WebTV - Portugal será um dos cinco primeiros países a nível mundial a ter serviço de televisão digital interactiva, na sequência de um acordo estabelecido entre a TVCabo e a Microsoft.


terça-feira, julho 19, 2005

Palavras...

Serão as palavras simplesmente palavras? Que papel desempenham os vocábulos?
Será que são suficientemente valorizadas, ou estarão cada vez mais banalizadas? Será verdade que os actos valem mais que “mil” palavras?

Não gosto da forma como se usam os vocábulos muitas vezes. Tenho a noção de que as pessoas não lhes dão o devido valor. Não pelos erros ortográficos, não pela forma deslexica como ás vezes as pronunciamos.
Creio que talvez pela falta de “sentimento” como as dizemos, ou as ouvimos.
A verdade é que a mesma coisa dita por pessoas diferentes é interpretada diferentemente, ás vezes muito de acordo com aquilo que gostaríamos de ouvir.

Vejamos algumas frases ou discursos que se tornaram célebres ao longo da História. Sendo que uma das mais mediáticas e jamais esquecidas terá talvez sido “I have a dream” de Martin Luther King. Foram estas apenas e simplesmente palavras? Têm elas passado de geração em geração por serem apenas palavras? O que as tornou tão especiais e tão inesquecíveis?

Será que o nosso sociólogo de serviço tem alguma explicação para este tema, ou nem por isso?!

sexta-feira, julho 08, 2005

E o Nobel da Paz vai para...

... Alberto João Jardim!!! Confusos? Não fiquem, é bastante simples. Esta noticia ainda não aconteceu. Digo ainda porque o trabalho do nosso carismático líder apenas iniciou a sua cruzada pela paz. Ao insultar chineses e indianos AJJ matou 2 coelhos com uma cajadada só.

Quando AJJ fala em indianos refere-se obviamente a indianos e paquistaneses (ele só não disse "monhés" porque ficava feio, e falta de educação é coisa que ele não tolera). Perante tal afronta, é de esperar que os Governos de Islamabad e Nova Dehli convoquem uma reunião de emergência em que põem de parte as divergências que mantêm há décadas em prol da defesea do "monhé" madeirense. Imbuidos pela irmandade de quem luta por um ideal comum, estas duas potências resolverão as suas diferenças, chegando finalmente a um acordo pacifico em relação à questão de Caxemira, acabando com um dos maiores pontos de tensão militar do nosso planeta, com indianos e paquistaneses a unirem as mãos ao som de uma qualquer banda sonora de Bollywood regozijando-se enquanto se reuniem em enormes jantaradas multiculturais, partilhando os seus deliciosos insectos e lavando as costas uns aos outros no rio sagrado mais próximo.

Por outro lado, ao tentar expulsar os chineses da Madeira, AJJ inicia a sua campanha contra o aumento do IVA. Nesta estratégia claramente altruísta, AJJ envia os produtos chinses (mais baratos) para o continente em detrimento dos consumidores madeirenses, que aceitam de bom grado serem eles a sacrificar-se desta vez para manter a inflação baixa e melhorar a situação económica do país.

Este homem é um fenómeno. Pensa mesmo em tudo.

P.S. Segundo fontes próximas do GR da Madeira, os 5 "monhés" (1 paquistanês e 3 indianos) e os 7 chineses que viviam na Madeira já foram enviados para Lisboa a bordo de um Falcon da Força Aérea e instalados na Residencial Karachi no Martim Moniz, com o GR da Madeira a assumir todas as despesas (tendo recorrido a uma linha de financiamento comunitária própria para estes casos).

 
Free Web Site Counter
Hit Counter