Porque o mais provável é ninguem ligar ao que tens a dizer...

sábado, março 26, 2005

Literatura e a prova do tempo

Um grande bem hajam, a todos os regulares do blogue (sim porque é 1bloguuee madeirense), a grande verdade é q nunca mais meti os pezes por aqui...por isso é justa e devida qualquer boquinha foleira que eventualmente me queiram dirigir. Enfim e como se trata de Páscoa, um periodo de introspecção pessoal essas coisas pesam sempre :P e cá estou eu para (tentar) escrever qualquer coisa decente...

Uma coisa que me apercebo cada vez mais é da tentativa (e bem a meu ver) de incutir nas pessoas o habito da leitura e que esta deve ser iniciada o mais cedo possivel na vida desta por forma a lhe poder ser um grande apoio no seu desenvolvimento psíquico, emocional e mental.

100% de acordo, agora pessoalmente...e não falo só de livros de literatura (exclui-se naturalmente toda a literatura de puxar pelo cagalhao como Margaridas Rebelo Pinto e afins), falo também musica clássica e de ópera...para mim a grande questão é: como é que (e agora falo pela minha experiência própria) podemos apreciar e entender realmente um livro como a Eneida ou mesmo um contemporâneo Saramago na sua totalidade? Será que pegar nos clássicos só porque é "de gente" é condição suficiente? Eu sinceramente tinha esta ideia de pegar nos grandes clássicos literarios e após tentar aplicá-la na prática, cheguei muitas vezes à conclusão que não estava a absorver a essencia do livro...apesar de estar a fazer o esforço para tal!
A conclusão foi que... provavelmente ainda não tinha maturidade para tal e mais importante que isso, que não é à força que se entranha mas acho que se tem de dar tempo ao tempo e deixar que sejamos nós a procurar os grandes clássicos quando ganhamos outra percepção do mundo, para ganharmos as nossas proprias respostas. Enfim e disse... 1abraço a todos Boas Pascoas.

P.S: depois da profundidade deste post, acho que só volto a escrever lá para o verão que ninguém vai dar por falta!

sexta-feira, março 18, 2005

Ai, a Lei...

Antes demais quero representar o meu People e mandar Fat Props prós meus brothers a lutar nas streets da cinzenta invicta!! A nossa luta continua!! É BLoco!!! É Esquerda!! É BLoco de Esquerda!! É Utupia!!! É Demagogia!!! É Contenda!!! É o Luis Fazenda!! É Poesia!!! É prosas!!! É o Fernando Rosas!! Verga-te ao Louçã ou chama a tua Mamã!!! YEAAHHH!!!!

Mais Lúcido:
Quero também enviar um forte abraço a minha querida Fátima Felgueiras!! Dias da Cunha não o teria dito melhor: é o sistema!! Então que não é que mulher, na sua brilhante argumentação de defesa no Jornal da Noite da SIC, explicou qualquer coisa do tipo: "Só vim para o Brasil e fugi de Portugal por causa da Lei!!" Pois... e que lei é esta meus senhores?! Que lei é esta que obriga os "membros mais válidos e produtivos" da nossa sociedade a emigrar em busca de melhores condições?? E que condições têm as nossas cadeias para os nossos "membros mais válidos e produtivos" perferirem ir morar prás favelas do Brasil?? A culpa é do Banco Central Europeu, cujas politicas impedem a desvalorização do Euro pelo que é muito mais barato comprar Bandidos na Favela armados com caçadeiras e lança-Rockets do que guardas prisionais barrigudos de bastão e bigodaça. Mais uma vez, quem sofre é a Balança Comercial Portuguesa... com os nossos "membros mais válidos e produtivos" a ter que ir comprar lá fora a preços mais competitivos.
Desta forma, a Lei é cada vez mais uma força de bloqueio à Democracia. A Lei tem que desaparecer, para que estes membros, "válidos e produtivos" possam fazer crescer o nosso país em paz e prosperidade!!

Peço desculpas ao Pessoal mas a vida tem andado muito atarefada (estágio e tal) pelo que os meus contributos se estão a tornar cada vez menos frequentes, e, pior do que isso, cada vez menos interessantes!!! E tenho dito!!
Aquele Abraço!!

Desabafos

Pois é minha gente, o País têm um novo governo, um novo grupo de representantes das nossas palavras e intenções, um novo círculo de poder legítimo e constitucional. Eles são da esquerda moderada, de uma esquerda progressista liderada por Sócrates. Vejamos agora se eles têm a capacidade, a autoridade e os "tomates" para mudarem aquilo que está mal! Precisamos de um punho de ferro!Será que a simbologia socialista entra aqui como figura de estilo? Esperamos que sim. Os portugueses precisam de um abanão. Os portugueses precisam de uma boa tareia. Esta é uma bela oportunidade para a esquerda se redimir dum passado obtuso e displicente, mostrando à direita, cada vez mais desunida como se deve trabalhar em união.

A minha direita está doente. Não é com esta direita que me identifico. Espero que o candidato Marques Mendes seja a solução para a patologia diagnosticada. Não quero genéricos! E o Dr Filipe Menezes encontra-se nessa categoria, influenciada por lobbys prepotentes e destorcidos. São cenas, como a do envio da fotografia do Dr Freitas para a sede do PS, que demonstram a infantilidade recorrente na nossa política. A Assembleia parece uma creche, e Portugal o recreio. A atitude do PP é deplorável. É insustentável. Ainda para mais, o Dr. Freitas quando fundou o PP, a matriz ideológica proposta na altura, não era de direita a fugir para o extremo, mas sim de um centrismo como resposta para a monopolização partidária. Pessoas como o Dr Pires de Lima, Nuno Melo, Telmo Correia, deveriam servir de exemplo para todos os estratos sociais. Mas não, acharam melhor promover uma garotice, numa altura de evolução partidária.

Para finalizar, quero demonstrar a minha perfeita raiva para com o antigo presidente do Conselho. Um pessoa por quem sentia uma admiração proporcional à de muitos líderes carismáticos, com história na cultura política portuguesa. O seu trabalho e empenho a nível regional, confirmado previamente no governo do grande Cavaco e Silva com a gestão da pasta da cultura, fazia prever um futuro brilhante. Mas o seu legado nos comandos da nação só o fizeram caír em descrédito. Doeu ver Santana personificado na pele de um miúdo estúpido que agia em função da vitimização. Para agravar a situação, a sua decisão tardia e mediática(aquilo foi claramente uma jogada mediática, parecia um circo) na tomada de posse legítima da cadeira presidencial do município de Lisboa roçou o ridículo. Um atitude, que "adorna" ainda mais a sua má imagem na sociedade portuguesa. Não basta ter imagem, eloquência e garganta, é necessário ser verdadeiro, sincero e acima de tudo sensato. O povo de uma forma geral é estúpido, mas é uma estupidez controlada, convém prolongar a estupidez para legitimar um acto cada vez mais viciado.A educação e o conhecimento são áreas chave.O esquema é simples.

Nota: Este é o último post de contexto político que coloco no blog. De agora em diante vou me manter apenas como observador.Só volto a introduzir comentários opinativos de cariz político lá para Maio. Estou decepcionado! Mantenho a minha irregular presença textual, mas alterando constantemente o objecto da discussão. Mais não digo. Disse!

quarta-feira, março 16, 2005

Democracia ao mais alto nível...

Uma manhã na Assembleia Legislativa da Madeira acabou por ser bem mais divertida do que inicialmente esperava.

Admito contudo que esperava mais algum profissionalismo daqueles que receberam a confiança do povo madeirense que pôs a cruzinha no boletim de voto:
Ler jornais, falar durante as intervenções dos adversários políticos e não ligar "nenhum" ao que se diz; levantar-se a meio; chamar nomes; desprezar e gozar foram apenas algumas coisas a que assisti e que, mesmo já tendo conhecimento que tudo isto existia, sempre foi diferente constatar "in loco".

Afinal não deviam de estar ali para defender os interesses dos madeirenses...?
Bem, mas quando digo que me diverti, digo-o porque na altura até achei piada ao ambiente que se passava lá dentro e a todas as "bocas" mandadas entre deputados de diferentes partidos.

Porém, e depois de lá ter saído, pus-me a pensar realmente em tudo o que tinha assisitido e, até que ponto é que tudo aquilo se enquadrava com a responsabilidade que têm nas mãos...

Não quero com isto dizer que essas mesmas pessoas não trabalham no plenário, nem têm em conta os interesses dos madeirenses, porque certamente que têm.
Mas para primeira impressão...

PS: Só uma observação à grande irregularidade que o meu Sporting tem demonstrado nesta época.
É com pena que vejo o clube a se afastar do primeiro lugar.
Mas vamos ganhar ao Porto e vamos recuperar!
Há que ter fé!


sábado, março 12, 2005

O que é REGIONAL é BOM... "MAI NADA"!!!

Hoje acordei e uma das primeiras coisas que fiz foi ligar a T.V. para certificar-me que o jogo de ontem Porto-Nacional tinha sido mesmo 0-4.
Apesar de ter visto o jogo em directo, pensei que estava a alucinar com aquele histórico resultado que a equipa madeirense conseguiu no Estádio do Dragão. Mas era mesmo verdade!!!
José Couceiro treinador do Futebol Clube do Porto, pessoa discreta até então, começou a entrar na "Onda" de comentários tão tipícos que se tecem entre estas duas equipas há já longos anos, desde que nasci suponho...
Queria só deixar um recadinho a este senhor e aos seus ferranhos adeptos ou simpatizantes: afinal parece que o Porto para ser Campeão já não depende unicamente de si!!!

P.S: Espero, como Benfisquista, que saibamos aproveitar este resultado para que possamos exercer a tal "Fuga do Pelotão" e chegarmos ao fim em 1º, como CAMPEÕES!!!

Aconteceu...

Os estudantes da Faculdade de Direito de Lisboa esta semana decidiram reivindicar alguns Direitos, face a medidas que se tomaram, as quais não abonavam em nada os alunos. Foi com algum espanto e admiração que enquanto estudante da dita faculdade verifiquei que as pessoas estavam efectivamente descontentes e dispostas a fazer alguma coisa para combater a possibilidade de se efectivarem tais medidas.

Não sou propriamente uma pessoa reivindicativa, mas toda aquela movimentação fez-me despertar para as injustiças que estavam prestes a acontecer. Confesso que nunca pensei que tais protestos atingissem a dimensão que atingiram.

Mas os protestos aconteceram! Durante dois dias a F.D.L esteve encerrada e muito me apraz dizer que esta História, que teve o seu mediatismo e Direito de Antena, teve um final feliz!
Toda aquela movimentação acabou por ser gratificante. O Protesto estudantil, desde o encerrar a faculdade a cadeados e as invasões aos Anfiteatros surtiram efeito e fomos de facto ouvidos.
Não podiamos deixar que aquela que se intítula e é conhecida por ser a melhor faculdade de Direito do país (neste ponto a Doutrina diverge, mas os factos falam por si...), perder aquilo que de melhor tinha... Quem esteve lá e quem lá está sabe o que isso é, por isso de certo compreenderá os protestos.

Alguns Amigos meus fizeram questão de telefonar e gozar com a situação como se de uma brincadeira tudo aquilo que se tratasse. Inclusivamente, em tom de Brincadeira chamaram-me "Bloquista". O que é facto, é que Francisco Louçã esteve presente no início da vigilia. E para ser sincera não achei lá muita piada porque pensei que se aproveitasse para fazer política do sucedido. No entanto, tal não sucedeu, e ainda bem! E isto aplica-se a qualquer político, fosse qual fosse a sua côr partidária... (Da minha parte nenhum seria bem vindo).

Para terminar gostaria de mencionar que se para alguns não passou de uma brincadeira, sim porque o Ensino Superior em Portugal aparentemente é uma diversão, para os que lá estavam foi uma coisa muito séria, e fomos levados a sério, e isso é o que importa!!!

terça-feira, março 08, 2005

"Vêem-se os fios todos"

Comprei ontem a tão aclamada revista de cinema portuguesa, a Premiere. Ao chegar a uma rubrica designada por "Os dias de Criswell", "parti-me" a rir com dois dos mais cómicos artigos que alguma vez tive o prazer de ler. Num, Criswell (personagem fictícia claro) afirma que tinha ido ao cinema num determinado dia do mês de Fevereiro ver a antestreia do novo filme dos criadores de Southpark, Trey Parker e Matt Stone, "Team America". No início da rodagem da película, Criswell escreve e passo a citar "um bando de idiotas reclama para o ecrãn, com o ar de quem acabou de descobrir uma fraude: Vêem-se os fios todos!É nestas alturas que deve aparecer aquela lendária figura da série dos Monthy Python - o homem de armadura que vem dar com a galinha na cabeça de quem merece. Estes mereciam definitivamente essa honra." Lol. Seremos nós, portugueses, assim tão mentecaptos? Pá, não sou nenhum Marcelo Rebelo de Sousa, não me considero nenhum líder espiritual da "arraia miúda", mas que há pessoas que não merecem consideração intelectual, isso há.Duhhh!

Outro artigo na mesma rubrica, fala-nos daqueles anúncios "previous"(não, não tou armado em Narana Coissoró, esqueci-me mesmo da tradução para português...) ao filme, toleráveis até certo ponto, e que começam a controlar as nossas quase tradicionais idas ao cinema. Criswell faz ainda referência daquele novo anúncio sobre a pirataria, e a respectiva denúncia se virmos alguém a provocar o ilícito.Aquilo é uma espécie de trailer cómico da "Branca de Neve" de João César Monteiro, a única diferença existente, resume-se à introdução de palavras giras como pirataria, denúncia, pois ninguém leva aquela treta a sério.A única coisa que provoca é a risada geral como aconteceu à dias quando fui ver o "Constantine"!

Ir ao cinema é um acontecimento, é um momento mágico. Todo o processo que a envolve desde a espera na fila para a compra dos bilhetes, até á saída onde fazemos as habituais discussões desentendidas (Uma espécie de povo português a discutir política) promove não só um enriquecimento da nossa alma artística como nos estimula prazeres inigualáveis. Disse.

Figura da Semana

Freitas do Amaral ( os jobs for the boys existem em todos os governos, mas a trama que aqui vai é mais complexa do que parece ou talvez não. )

Figura do Dia

José Mourinho ( Pelas razões mais que óbvias )
Será hoje que ele perde uma eliminatória ? Duvido muito.

Pensamento da Semana

Todos têm o direito de ser burros, o problema é que alguns abusam.

Pensamento do Dia 8 De Março de 2005

Os homens mentiriam muito menos se as mulheres fizessem menos perguntas.

segunda-feira, março 07, 2005

O que se passa com o Marítimo?

Apenas uma observação ao paupérrimo jogo que quem se deslocou ontem ao Estádio dos Barreiros pôde assistir. (Eu fui um deles, que deveria era de ter ficado em casa a ressacar da forte noite de Sábado...)
Sinceramente espero que tenha sido só uma tarde má, mas temo que o problema seja pior. A ver vamos...
O resultado foi mau, mas a exibição ainda pior. O Marítimo esteve irreconhecível contra a Académica, que é, nada mais nada menos, do que a última classificada na Superliga.

Na defesa Rui Marques e Briguel não funcionaram.
Estavam lentos e deram muitos "brindes" aos adversários. Mas do meio-campo para a frente é que os problemas foram maiores.

Evaldo não percebo o que faz no meio campo, tendo em conta que é defesa esquerdo de raíz. De resto, sentiu-se a ausência de Wênio no "miolo". Chainho foi o único que mostrou capacidade de empurrar a equipa para a frente, o que não foi suficiente...
O meio-campo teve sem ideias e foi incapaz de criar desiquilibrios.

Quanto ao ataque, Pena foi muito bem marcado e Bibishkov denota ainda algumas carências.
Nota para a boa exibição de Alan e da entrada importante de Marcinho que, para mim, devia ter sido titular.

Mariano Barreto, depois do empate com sabor a derrota tem o seu futuro cada vez mais em jogo...

Mais uma nota ao péssimo avançado do Marítimo de nome Lóbaton. Uma palavra: Horrível.

Na próximo jornada segue-se o Braga. Ai meu Deus...Se as coisas estiverem como no anterior jogo...Nem quero pensar
Por enquanto, com estes empates "rabetas", a Europa vai ficando cada vez mais longe.

PS: Saúdo os posts da amiga Cátia, que tem andado imparável no blog. Sim senhora!



Recado ao Pedro...

É com muito agrado que leio o teu post Pedro. Finalmente dignaste-te a escrever para o Blog. Já tinha saudades das tuas teorias da Conspiração... (Fartei-me de rir!!!)
Ao longo dos tempos, e depois de muitas risadas e teorias no nosso Ponto de Encontro , tenho-me apercebido que as Teorias mais descabidas e reboscadas (aparentemente...) não são assim tão irreais e de algum modo acabam sempre ou quase sempre por confirmar-se!

Não sei quem são as tuas fontes, mas começo a considerar a hipótese de seres 1 espião ao Serviço do Sistema ( O Dias da Cunha é que sabe...), ou então ao serviço da Coroa Real portuguesa ( D. Duarte de Bragança agradece...). Um verdadeiro Bond dos tempos modernos, ou então um Zé Povinho bem à moda Portuguesa.

Só achei que o teu Post poderia ter sido melhor, apenas por um pequeno pormenor: faltou a informação Cor-de-Rosa... Para a próxima não te esqueças! ;)
Aquele abraço...

domingo, março 06, 2005

"Finding Neverland"

A imaginação do Ser Humano é notável, é fértil como se costuma, muitas vezes, dizer.
Devíamos premiar mais a imaginação. Não reprimi-la por acharmos que estamos a ter a ideia mais estúpida à face da Terra. A mente dá-nos essa “Free Ride” só temos que aproveitá-la.
Todos temos uma “Neverland”, algures dentro de Nós…

Este texto não é suposto ter “deep thoughts”, não é suposto ser filosófico, apenas tentar despertar a curiosidade de alguns, que têm a sua “Neverland” adormecida.
Chegar à fase adulta da vida é uma fase muito ansiada. Uma vez lá, apercebemo-nos o quão bom é ser criança. A nostalgia que sentimos de toda aquela ingenuidade, inocência e fantasia que tanta falta nos faz enquanto adultos.

Todas aquelas “Neverland’s” que criávamos no pensamento, e que agora tanto prazer nos dá observar nos mais pequeninos. Esse regozijo que sentimos ao observá-los é simplesmente um indicador da falta que sentimos de todo aquele mundo que à medida que crescemos vamos abandonando, aquele em que quase tudo nos era permitido fazer e acreditar.
Uma vez na fase adulta parece-nos ridículo sonhar e fantasiar como costumávamos fazer. Há uma barreira que impomos e que nos inibe…
Ninguém quer que a Vida seja uma fantasia eterna, mas porquê complicá-la tanto e tirar-lhe todo o colorido e “non sense” de uma “Neverland”?

P.S: aconselho o filme "finding neverland". Não é um filme brilhante, mas no meu entender foi muito bem conseguido.

sexta-feira, março 04, 2005

Primeiro Post

Só para referir que estou entusiasmado com a carreira do Camacha na segunda divisão B zona sul.
Posso também mandar cumprimentos para os meus fãs residentes na Cova da Moura e no Livramento.
Noticia de ultima hora:
Se vires o Sócrates na rua no o trates com desdem. Pois se ele tiver ovários pode ser a tua mãe.
Eu sei que tenho andado ausente das lides nocturnas mas posso dizer ao stanic e a stanica (desculpa Cátia mas a partir de agora ja não te chamo Cátia) que pretendo estar presente no proximo convivio pós laboral.
Tenho ideias para trazer a este blog. O estado das nossa finanças, o facto de Pedro Santana Lopes ter queimado tudo o que fez ( ou nao fez ) na Camara de Lisboa, o Carmona agradece, o caso da Casa Pia e do Parque Eduardo Sétimo, o frio ( mudanças climatéricas ) , do Tsunami , do proximo Governo, e de Bolaaaaaaaaaa. Temos de falar de bola pois quando falamos de bola o nosso intelecto decresce e torna-se visivel a falta de inteligencia que nos temos. Eu sei ando muito critico nos dias que correm, mas acredito que o estado do futebol é igual ao estado das nossas finanças ( a afundar a um ritmo alucinante ) . Pode ser que finalmente sejamos obrigados a vender a nossa reserva de ouro para daqui a 5 anos não termos saída absolutamente nenhum ( os nossos clubes de futebol caminham no mesmo sentido com projectos inamagináveis, só a pessoas com 3 AVCs e 4 enfartes do miocárdio ) . Esta semana só quero referir que começam as festas das tasquinhas de Rio Maior. Aproveitam que eu também.
Já agora gostava de perguntar se o Dr. Stanic e a Drª Stanic se se encontram bem pois não tem sido possivel a tertúlia semanal no Flor do Lumiar mas por minha causa pois eu consigo envolver-me em historias inacreditáveis. Tenho saudades mas tenho ainda mais saudades do Francisco Louçã porque acabaram as eleições e sua maneira arrastada e rouca de falar abandonou as casas de chuto portuguesas. Gostava de referir que a população homossexual e toxicodependente ( alcool e drogas ) está a evoluir em massa neste País. Talvez sejam as únicas variaveis que estao em crescendo e não teêm tendência para descer.
Cinema posso dizer que no ultimo sabado fui ver o Constantin ( Constantino , nao confundir com o ponta de lança do Leça que marcava uma porrada de golos ) que me surpreendeu muito tanto pela positiva como pela negativa. Podia elaborar mas não vejo necessidade pois as opiniões são de quem as quer dar e a minha geralmente é critica pois estou muitas vezes insatisfeito. Mas para quem gosta do Matrix penso que irá gostar.
Comprem já o livro do Dan Brown Anjos e Demónios. Não é uma prequela do Codigo mas também é de leitura acessível. A Regra de Quatro e o Clube de Dante também são dois livros muito agradáveis igualmente.
Tenho de me despedir apressadamente pois ver o CSI - Miami. Nada como ver como a mente de um crimonoso ou de um policia funciona e depois ir descansado para a cama.
Até a próxima

quinta-feira, março 03, 2005

Pinóquios do século XXI

Amigos, Amigas, Compatriotas e curiosos.

Tenho uma dúvida. Como será o mundo daqui a 30 anos? Ainda estarei vivo é claro, mas há coisas que simplesmente nós temos que indagar, e o futuro é certamente uma delas.
A Humanidade tem evoluído, evoluído não, tem-se adaptado, criando soluções para imensos problemas, e provocando problemas ainda sem solução. Começamos por nos deslocar pelo nosso próprio pé, aprendemos a dominar a natureza, iniciamos jornadas a cavalo.O transporte colectivo foi o passo seguinte, as carruagens, os comboios, os carros, os transportes aéros, os barcos inclusive, proporcionaram a acomodação do prazer de deslocação. Hoje em dia temos grande parte do nosso meios de tranporte com um evolução considerável. E agora pergunto, que se segue? Ultimamente temos sido bombardeados por inovações sucessivas, quer sejam no campo científico, quer sejam no plano artístico. As descobertas relativas à nossa composição genética, as tentativas contínuas na busca de uma cura para a SIDA, utilização do hidrogénio na locomoção automóvel, a modernização dos lares com a instalação de inúmeras mordomias, a clonagem como solução para doenças genéticas(e não só), a "imortalidade"(prolongação da vida humana para além dos limites orgânicos), ou seja vivemos numa época de constante descoberta, e adaptação do ser humano ao mundo. O mundo(no sentido figurado claro) vai mudando, uns dizem por nosso culpa, outros simplesmente porque é inevitável. Agora imaginem o seguinte cenário. Qual será o nosso papel daqui a 30 anos, numa altura onde já está programada a utilização universal da chamada inteligência artificial.

Conduzir um carro sem conduzir, navegar então. Deslocação tipo "hovercraft", com tudo automático, "just sit back and relax...".Wicked! Imaginem a quantidade de gajas que avaliávamos, sem distracções, e sem cromos à frente.Todos os pontos desenvolvidos nos livros, no cinema, são simples fantasias, decorrente da clara definição desses meios artísticos, mas qual será a nossa reacção a um mundo completamente distinto, a um mundo "governado" por máquinas, máquinas que pensem. Elas no início terão o dever de nos obedecer, criámo-las para nos servirem, é claro, mas não será provavelmente má a evolução nesse campo? Suponhamos que a máquina evolui. Uma evolução própria, sem ajuda de terceiros(humanos), ainda que inicialmente lhes déssemos a capacidade de raciocinio(fazer o café, servir à mesa, limpar o pó, aspirar a casa, fazer-nos companhia), a evolução de mente robótica poderá criar juízos próprios. Os mais preconceitosos, pensarão, estúpido, é claro que elas nunca serão superiores aos humanos, elas terão o dever programado de nos servir. Mas pensem para além do vosso ego bruto, não será possível as máquinas pensarem por si próprias? E se sim, poderão elas agir em conformidade com o ser humano?Poderão elas criar soluções para os nossos problemas? Poderemos ter em meados do século XXI a materialização das nossas fantasias...!

Sou leigo neste campo de discussão é certo, mas todos gostam de falar do que não sabem, eu não sou excepção. Lol

Nota: Vejam o "I, Robot" de Alexander Proyas. O filme é bem melhor que o título. É no mínimo interessante.

 
Free Web Site Counter
Hit Counter